logo RCN
OPORTUNIDADE

Estudantes terão uma semana de debates e de formação no Parlamento Jovem

  • Divulgação Agência AL -

Dezesseis iniciativas, entre Projetos de Lei, indicações e um pedido de informação serão apresentadas e debatidas pelos 40 estudantes de Ensino Médio, de oito municípios catarinenses, que participarão da 31ª edição do Parlamento Jovem, a partir desta segunda-feira, dia 27, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis. A abertura oficial do evento será às 14h, no Plenário da Alesc.

Uma das proposições sugere a alteração da Lei 12.282, de 2002, que “dispõe sobre o fornecimento de alimentos orgânicos na alimentação escolar nas unidades educacionais do Estado de Santa Catarina”, com a finalidade de prever que 10% dos alimentos destinados à alimentação escolar sejam disponibilizados pela agricultura familiar. Outra proposta a ser debatida pelos jovens deputados é para que seja instituído o Programa de Conscientização sobre a Separação de Resíduos Sólidos nas unidades escolares da rede pública estadual de educação.

O Programa Parlamento Jovem, da Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira, foi criado há 18 anos e desde então contabiliza 48 proposições transformadas em lei, além de várias ainda em tramitação na Alesc. Desenvolvido pelo Núcleo de Educação para a Democracia da Escola da Alesc, o programa possibilita que jovens de escolas públicas e privadas conheçam o funcionamento do parlamento estadual e vivenciem a rotina de atividades de um parlamentar.

Durante toda a semana, a partir de segunda-feira, eles vão atuar como deputados jovens, participando de oficinas e palestras voltadas a temas como a elaboração de projetos de lei, participação de jovens e de mulheres na política, entre outros. Também farão debates sobre as proposições que elaboraram durante a formação neste ano e que irão à votação em uma sessão plenária na tarde de quinta-feira, dia 30, quando se encerra o evento. Na programação estão previstas, ainda, acompanhamento de uma sessão do Plenário e visitas aos gabinetes dos deputados e à Presidência da Casa.

A diretora da Escola da Alesc, Marlene Fengler, ressalta que um dos objetivos do programa é aproximar o Legislativo estadual dos jovens e promover a educação para a cidadania. “Saber que a Assembleia Legislativa, através da Escola do Legislativo, promove uma transformação nos jovens estudantes, faz com que a gente sinta uma sensação de dever cumprido, pois estamos buscando a aproximação da sociedade com o Legislativo e queremos que os jovens se interessem pela política, que façam a sua parte, participando e transformando aquilo que entendam que deva ser melhorado”, destaca.

Dessa edição participam escolas dos municípios de Maracajá, Lages, Mafra, Guabiruba, São José, Curitibanos, Guaramirim e São Miguel do Oeste.



Assessora de Comunicação da Escola do Legislativo da Alesc

Curso de Educação Física da Unoesc São Miguel promove Oficinas de Luta Anterior

Curso de Educação Física da Unoesc São Miguel promove Oficinas de Luta

Polícia Militar de Guaraciaba e Barra Bonita realizam operação Próximo

Polícia Militar de Guaraciaba e Barra Bonita realizam operação

Deixe seu comentário

Nossas Redes

Impresso