logo RCN

Unoesc capacita estudantes de Enfermagem em Palhaçaria Terapêutica

  • Divulgação Unoesc -

Na busca por promover uma abordagem mais humanizada no cuidado à saúde, a Unoesc São Miguel do Oeste lançou um projeto de extensão inovador: capacitação técnica e prática em 'Palhaçaria Terapêutica'. A iniciativa traz para o Curso de Enfermagem oportunidade para desenvolver aspectos humanos, éticos e terapêuticos nos futuros profissionais da área.

A Palhaçaria Terapêutica não se limita a entretenimento ou risos, mas busca capacitar os estudantes para uma abordagem sensível e empática durante suas interações com pacientes hospitalizados. Conforme a diretora de Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação da Unoesc São Miguel do Oeste, Eliandra Mirlei Rossi, o objetivo é utilizar a figura do palhaço como agente de promoção da saúde e humanização, focando na criação de relações saudáveis entre pacientes, familiares e profissionais de saúde.

"Esse projeto de extensão desenvolvido pelo Curso de Enfermagem possui o objetivo de promover o bem-estar físico, emocional e social de pacientes, familiares e profissionais de saúde. Seu poder de trazer alegria e esperança, mesmo nos momentos mais difíceis, é verdadeiramente inspirador, destacando sua importância na área da saúde e do cuidado humanizado. Enquanto Universidade, procuramos ofertar atividades que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas desempenhando a nossa função social na sociedade", reforça Eliandra.

O projeto, coordenado pela professora Ana Cristina Mucke, oferece não apenas treinamento em técnicas de palhaçaria, mas também enfatiza o desenvolvimento da sensibilidade, solidariedade e empatia nos participantes. "Mais importante do que a formação técnica é o compromisso com o bem-estar dos pacientes e de seus familiares", ressalta a professora.

Além de atuar em ambientes hospitalares, os estudantes serão incentivados a participarem de atividades comunitárias, levando a Palhaçaria Terapêutica para clubes, empresas e outras instituições de saúde. As intervenções dos "Palhaços da Alegria" não se limitarão apenas a momentos de descontração, mas também poderão incluir atividades de promoção e educação em saúde.

Para o coordenador do Curso de Enfermagem, Joel Morschacher, o projeto representa uma oportunidade valiosa para os estudantes se inserirem na comunidade e desenvolverem tanto pessoal quanto profissionalmente. "É uma forma de aplicar os conhecimentos adquiridos em sala de aula em situações reais, preparando-os para sua futura atuação profissional", destaca o coordenador.

A iniciativa recebeu uma resposta positiva dos estudantes, que veem na Palhaçaria Terapêutica uma ferramenta poderosa para criar vínculos e proporcionar momentos de alegria e conforto aos pacientes em situações de internação hospitalar. Com uma base alegre e artística, aliada à formação científica, o projeto busca não apenas aliviar momentos de sofrimento e angústia, mas também promover o bem-estar dos indivíduos em tratamento médico, como reforça a Laura Maria Oliveira. "O projeto beneficia a integração, comunicação e humaniza a assistência e o cuidado com o paciente", finaliza Laura.



Ascom

Prefeitura lança seletivo para estagiários de Ensino Médio e Superior Anterior

Prefeitura lança seletivo para estagiários de Ensino Médio e Superior

Moção manifesta apoio à realização do Motocão 2024 na área central da cidade Próximo

Moção manifesta apoio à realização do Motocão 2024 na área central da cidade

Deixe seu comentário

Nossas Redes

Impresso