Siga nossas redes

     
selo_final_Prancheta 4.png


LEVANTAMENTO

IBGE vai a campo pesquisar espaço público

Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

Os agentes censitários do IBGE estão, desde a manhã desta segunda-feira, dia 20, percorrendo as ruas brasileiras para pesquisar características do espaço público das cidades. No país, serão pouco mais de 326 mil setores urbanos analisados, em Santa Catarina um total de 10.596.

Esta etapa do Censo Demográfico é a chamada Pesquisa Urbanística do Entorno dos Domicílios e vai até 12 de julho. Todos os 295 municípios catarinenses e os 5.570 nacionais serão percorridos.

Não há nenhum tipo de entrevista: o levantamento é feito somente pela observação direta dos quesitos nas áreas públicas dos setores censitários. No estado, serão em torno de 900 agentes censitários em campo e 470 mil faces de quadra pesquisadas.

Dez quesitos estão sendo investigados: capacidade da via, pavimentação da via, bueiro/boca de lobo, iluminação pública, ponto de ônibus/van, via sinalizada para bicicletas, existência de calçada, presença de obstáculo na calçada, rampa para cadeirante e arborização.

Três desses quesitos - ponto de ônibus/van, via sinalizada para bicicletas e presença de obstáculo na calçada - são novos, não tendo sido analisados no Censo 2010 ou em outras idas a campo do IBGE.

Também pela primeira vez, a pesquisa abrangerá todos os aglomerados subnormais localizados nas áreas urbanas, independentemente de terem arruamento regular ou não. Uma nova metodologia será utilizada para fazer a identificação do percurso em áreas labirínticas e sem sinal de GPS.

Em Santa Catarina, serão 213 aglomerados subnormais pesquisados.

A pesquisa do entorno integra a etapa de reconhecimento e atualização dos mapas e garante a cobertura da coleta do Censo 2022, de 1º de agosto até 31 de outubro.

O levantamento se alinha ao monitoramento do ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) 11: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

Além de dar continuidade à série iniciada em 2010, permitindo a comparação das informações, a edição atual terá publicados resultados experimentais em níveis mais detalhados.

Em 2010, foi verificado em Santa Catarina que 96,9% dos domicílios particulares permanentes em áreas urbanas com ordenamento regular estavam em via com iluminação pública; 68,8%, em vias pavimentadas; 47,6%, com calçada; 43,9%, arborizadas; e 4,5%, com rampa para cadeirante.

Constatou-se ainda, entre outros quesitos, que 4,2% desses domicílios estavam em vias com esgoto a céu aberto, e 1,8%, em vias com lixo acumulado nos logradouros. Vale reforçar, no entanto, que nem todos os aglomerados subnormais foram investigados nessa pesquisa anterior.



Fonte IBGE/SC

selo_final_Prancheta 26.png
Mais lidas do dia


selo_final_Prancheta 26.png

Impresso

folhadooeste sim
folhadooeste sim

EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina