CLIMA

Inverno em Santa Catarina deve ter chuvas e temperaturas próximas da média

  • Ricardo Wolffenbüttel/Secom -

Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, às 17h51 desta quinta-feira, dia 20, Santa Catarina se prepara para enfrentar uma estação marcada por características climáticas peculiares.

Conforme dados da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, o El Niño teve fim em meados de junho, dando espaço à neutralidade. Com um evento de La Niña previsto para o final do inverno, esta mudança entre os fenômenos deverá impactar diretamente as condições meteorológicas de chuva e temperatura em Santa Catarina.

De acordo com a equipe de monitoramento da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina, enquanto o litoral e áreas próximas poderão registrar índices acima da média, as regiões do Grande Oeste e Planalto Sul catarinense devem manter-se com chuvas abaixo da média histórica.

Já as temperaturas do inverno catarinense prometem ser mais amenas do que o habitual. Embora ainda sejam esperados episódios de frio intenso, incluindo a possibilidade de geadas e precipitação invernal, espera-se que esses eventos sejam menos frequentes ao longo da estação.

Apesar do inverno ser característico de temperaturas baixas, a tendência é de condições menos extremas, mesmo assim há possibilidade de eventos meteorológicos severos, como ciclones e frentes frias. Eventos esses que podem resultar em chuvas intensas e requerem uma atenção contínua e preparo adequado por parte da população.

De acordo com a climatologia, a chuva média nos meses de inverno é a menor do ano em Santa Catarina, sobretudo nas áreas litorâneas, Vale do Itajaí e norte do estado, com valores mensais variando de 90 a 130 mm. Já nas cidades do Grande Oeste e Planalto Sul, a precipitação oscila de 110 a 180 mm. “Nesta época do ano, são frequentes entradas de massas de ar frio, que provocam quedas significativas nas temperaturas, além da condição de amplitude térmica (com frio no amanhecer e com temperaturas amenas nas tardes), resultante do tempo mais seco”, afirma a equipe de monitoramento da Proteção e Defesa Civil.


Curiosidades do inverno

É no inverno que é registrado o maior número de ocorrência de precipitação invernal, como a chuva congelada, a chuva congelante e a neve.

Você sabe como ocorrem estes eventos e como diferenciá-los um do outro?

Para que a precipitação ocorra em forma de flocos de neve, é necessário que a temperatura do ar esteja abaixo de 0°C entre o solo e a base da nuvem. A chuva congelada se forma quando os flocos de neve caem da nuvem e passam por uma variação de temperatura (acima e abaixo de 0°C), descongelando e congelando novamente antes de chegar no solo. Já a chuva congelante, se forma quando as gotículas de água congelam apenas ao entrar em contato com o solo.


Avisos e Alertas da SDC

A Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina reitera a necessidade de acompanhar diariamente os avisos e boletins devido às constantes atualizações nos modelos de previsão do tempo.

Para receber os avisos e alertas da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina por SMS, cadastre-se com seu celular. Basta enviar o CEP de sua cidade ou da localidade que deseja monitorar (com ou sem hífen ou espaço) por SMS para o número 40199.

Para inserir mais de um CEP a ser monitorado, basta repetir o procedimento. Além disso, acompanhe diariamente os avisos e boletins de previsão do tempo devido às atualizações nos modelos meteorológicos no site www.defesacivil.sc.gov.br.



Ascom Defesa Civil

Estado inaugura pavimentação asfáltica em São João do Oeste Anterior

Estado inaugura pavimentação asfáltica em São João do Oeste

Assinado convênio para investimentos no Aeroporto Hélio Wasum em São Miguel do Oeste Próximo

Assinado convênio para investimentos no Aeroporto Hélio Wasum em São Miguel do Oeste

Deixe seu comentário

Nossas Redes

Impresso