Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


ECONOMIA

Opinião: Indústria x Covid-19 - Por Astor Kist

Foto: Folha do Oeste

Ao contrário do que se imaginava, a pandemia está se prolongando. Provavelmente, mesmo com a vacinação, teremos que conviver com ela, a exemplo de outras doenças virais, por muito tempo. Para muitos pessimistas os diversos setores da economia levariam muito tempo para voltar à situação que se encontravam antes da catástrofe sanitária. Falava-se inclusive, em possibilidade de crise econômica semelhante à de 1929. Alguns setores econômicos realmente continuam penando, e muito. Podemos citar como exemplos, o turismo, a hotelaria, o transporte coletivo, o transporte aéreo, bares e restaurantes, entre outros.

Nos setores de serviços, comércio e indústria houve muita quebradeira, fechamento de estabelecimentos, desemprego. A bagunça foi geral. Graças ao empenho do governo e especialmente o esforço de empresários e trabalhadores, gradativa e rapidamente, diversos setores da economia estão se recuperando e já se recuperaram do tombo. O setor agrícola e agroindustrial, ao invés de queda, bate, mês a mês, recordes de produção, de exportação e crescimento.

A Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), em consonância com a CNI (Confederação Nacional da Indústria) e reunindo todos os sindicatos industriais do estado, trabalha fortemente pró-recuperação da indústria. Atua fortemente junto aos órgãos governamentais na defesa dos interesses do setor; através do Sesi e do Senai trabalha educação, profissionalização, capacitação, saúde e segurança; através do IEL trabalha inovação, estratégias de desenvolvimento e alimenta um observatório que dá aos industriais um panorama completo de dados, índices, estatísticas, tendências de mercados regional, estadual, nacional e mundial.

Com base nestes dados sabemos que o estado de Santa Catarina, embora tendo apenas 1,1% do território nacional, possui o 6° maior PIB nacional, sua indústria participa com 26,7% e tem a 4ª maior participação na formação do PIB dentre os estados da União. Santa Catarina tem em torno de 50 mil indústrias, entre pequenas, médias e grandes. Tem uma economia muito diversificada e relativamente bem distribuída por todo seu território.

Também o índice de confiança empresarial no mês de maio, dos industriais catarinenses, alcançou um índice de 64,2% contra 61,27% do nível nacional. Foi um índice 6,4% acima do mês anterior. Este crescimento do nível de confiança a nível estadual e nacional reflete o otimismo dos empresários e uma sensível tendencia de crescimento da economia. A taxa de desocupação no estado está em apenas 6,2% contra 14,7% a nível nacional e 71,9% dos empresários entrevistados tem intenção de investir. Estes são alguns dos dados que dão uma noção clara da recuperação e da tendência de crescimento da indústria barriga verde e regional.

Temos motivos para nos orgulhar do nosso estado, do nosso Brasil e da nossa região. Somos, no grande Oeste, referência na produção de alimentos, principalmente de proteína animal. Outros setores vêm se destacando e fazendo parte da diversificação industrial que muito nos orgulha. Somos um povo trabalhador, ordeiro e com uma grande capacidade de recuperação.

Precisamos continuar seguindo todos os protocolos para nos proteger da Covid, mas precisamos também continuar cuidando da saúde econômica das nossas empresas e de nosso Brasil. 

selo_final_Prancheta 26.png
Mais lidas do dia


EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina